Islândia: como é o turismo na terra do gelo?

Islândia: como é o turismo na terra do gelo?

O nome em inglês da Islândia – Iceland – descreve bem o que se espera encontrar nesse país nórdico. A terra do gelo realmente tem muitas paisagens glaciais a perder de vista, mas não é só isso que há para fazer. Localizado entre a Europa continental e a Groenlândia, é uma das maiores ilhas do mundo.

É de origem islandesa a palavra gêiser, vindo do verbo gjósa, “jorrar” em português. Além disso, é o nome de uma nascente eruptiva em Haukadalur, no sul do país. Isso porque a Islândia a terra dos gêiseres, essas nascentes termais que entram em erupção periodicamente, lançado uma coluna de água quente e vapor de ar.

Estivemos recentemente por lá e trouxemos aqui dicas do que há de melhor para ver e fazer por lá. Quer saber mais sobre o turismo na Islândia? Então segue a leitura!

Islândia

Skógafoss é uma das maiores e mais impressionantes quedas d’água da Islândia, onde você pode ver fenômenos incríveis, como o arco-íris duplo.

Onde fica a Islândia?

A Islândia é um país nórdico, na parte insular do continente europeu. Fica bem próximo à Groenlândia, a cerca de 1500km de distância entre as capitais. Sua localização extrema reserva boas e inesquecíveis atrações turísticas, especialmente para os brasileiros, acostumados com o clima tropical.

Sua formação geológica exibe vulcões, gêiseres, fontes termais e campos de lava que se espalham pelo seu vasto território. Embora a maior parte da população viva na capital, Reykjavik, abastecida por energia geotérmica, há muito o que se ver e fazer no interior do país. E muitas das atrações podem ser aproveitadas durante o ano todo!

Não tem jeito, por ser uma ilha na entrada do Ártico, só dá para chegar por avião mesmo. Como não há voos diretos entre Brasil e Islândia, é preciso fazer uma conexão até Keflavík, o principal aeroporto islandês, a cerca de 40 minutos de carro de Reykjavík, a capital. A rota mais rápida é por Londres e, mesmo assim, leva-se de 17 a 19 horas!

Islândia

O Strokkur, um dos mais famosos gêiseres da Islândia, entra em erupção a cada quatro ou oito minutos, liberando água a uma altura média de 20 metros.

Esforço que compensa

Ainda assim, o tempo de viagem desgastante é recompensador. A primeira imagem que se tem da Islândia costumam ser as auroras boreais, os famosos fenômenos que colorem os céus nórdicos de tons de verde, azul e vermelho. Mas o país tem muito mais a oferecer. Não é por acaso que é conhecido como “a terra do gelo e do fogo”.

Um dos principais atrativos para os turistas e os próprios islandeses são as águas termais do país, que se espalha por toda a ilha. É por isso que spas, lagoas e piscinas aquecidas – inclusive à céu aberto – são tão comuns por lá. Além disso, o potencial energético é tão notável que 100% da eletricidade da Islândia é fruto dessas fontes renováveis.

A água quente da ilha só é possível graças à forte atividade vulcânica da região. Com uma cordilheira de vinte vulcões ativos, há cenários impressionantes com lava petrificada, praias de areia preta, além de piscinas naturais e cachoeiras de água quente. É impressionante ver de perto os cenários que a mescla entre gelo e fogo foi capaz de criar!

Islândia

De 1986, a Hallgrímskirkja é uma igreja luterana da Igreja Nacional da Islândia, localizada em Reykjavík, capital. Tem 74,5 metros de altura, e é a sexta estrutura mais alta do país.

Algumas curiosidades sobre a Islândia

  • Reykjavík, capital da Islândia, abriga mais de vinte museus! Há o Museu Nacional da Islândia, que conta a história do país, Reykjavik Art Museum, que recebe exposições de arte de islandeses e estrangeiros, além de um museu marítimo, um dedicado ao pênis (sim, isso mesmo) e um só sobre os vikings. Difícil é escolher qual ir.
  • 1 a cada 10 islandeses já escreveu um livro, um marco único no mundo! Não à toa, recebeu o título de Cidade da Literatura pela Unesco, sendo a primeira não nativa em inglês a conquistar tal título.
  • O país tem o Parlamento mais antigo do mundo e a democracia foi proclamada por lá ainda no ano 930. Isso influencia num dado significativo: a Islândia é o país mais igualitário do mundo. Além disso, possui altas taxas de alfabetização e desenvolvimento humano e um dos povos mais felizes do planeta.
  • Baixas temperaturas não influenciam na vida social dos islandeses. A vida noturna é agitada, até mesmo durante o inverno rigoroso do país. As noites islandesas são fervilhantes, animadas e cheias de possibilidades.
  • Os islandeses são bastante místicos. A maioria da população acredita na existência de elfos!

Bem… Outras coisas só vivendo mesmo para saber. Aqui no nosso site, já elencamos os 7best desse país nórdico, mas você também pode curtir um pouquinho conosco na viagem que fizemos pra lá no nosso perfil do Instagram. Lá tem dois destaques sobre esse país incrível pra você sentir um pouquinho do que é viver a emoção islandesa!

#dicasperfectrip: Quer receber todas as novidades e acompanhar as nossas próximas viagens? Então, cadastre o seu e-mail aqui no rodapé do blog para receber nossa Newsletter semanal com dicas exclusivas!

Por Luciano Martins e Walter Perfeito Jr.
Curadores da PERFECTRIP


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *