Estudar fora do país: o que levar em conta

Estudar fora do país é, definitivamente, uma experiência única. Como muitos de vocês já sabem, nós escolhemos cursar um MBA em Londres. Por isso, temos dicas valiosas para quem deseja passar uma temporada de estudos no exterior. Afinal, a decisão de morar em um lugar totalmente desconhecido requer cuidados para que não haja arrependimentos depois!

 

Como escolher o país para estudar fora?

Uma das primeiras definições a se fazer é escolher onde estudar fora do país. Para isso, é preciso avaliar uma série de questões. A língua, o clima, se o destino oferece o curso desejado, entre outras considerações devem ser feitas. Cada pessoa tem suas limitações e personalidade, então é preciso saber o que você está disposto a mudar na sua rotina.

No nosso caso, nós escolhemos Londres. Como já tínhamos a ideia de morar na Europa e já falávamos inglês, achamos que esse seria o local mais propício para essa experiência. Além do mais, é uma capital que oferece uma gama imensa de cursos em diversas áreas de conhecimento!

É claro que, no início, ficamos em dúvida em relação aos Estados Unidos. O país norte-americano nos parecia mais viável e fornece as mesmas oportunidades. No entanto, como sempre fomos amantes de viagens, optamos pela capital inglesa, que poderia facilitar o nosso turismo devido à proximidade a outros países da União Europeia, principalmente.

 

Diferenças culturais e políticas

Se você já refletiu sobre questões como o clima e a língua para escolher onde estudar fora do país, aqui deixamos mais uma dica: atente-se para as diferenças culturais, sociais e políticas.

Enfatizamos isso,  pois não foi uma tarefa fácil absorver todo o conhecimento do curso rapidamente. Nós dois somos bem viajados e informados, mas ainda assim tivemos que compreender mais a fundo algumas questões sobre o destino para acompanharmos o MBA completamente.

 

Como tirar o melhor proveito do curso

No caso de Londres, assim como tantos lugares no mundo, existem particularidades não somente históricas e culturais, mas também uma governabilidade diferente da nossa. E, somente quando se abrem essas explicações, é que começamos a entender realmente todo o processo de funcionamento do país.

Aqui, por exemplo, nós temos um presidente, governadores e etc. Em Londres, eles têm uma rainha, um primeiro-ministro e um parlamento. Para nós, essa foi a parte mais complicada do processo como um todo no MBA. Não estávamos efetivamente preparados para entender todos os cases que eram explicados com a facilidade de um morador local.

Portanto, a nossa principal dica para quem quer estudar fora do país é: agregue uma preparação antes da sua viagem sobre todo esse enredo político, o estilo de vida, a economia, a cultura e, principalmente, a história do destino. Isso com toda certeza facilitará o aproveitamento do curso.

 

Mas enfim, vale a pena estudar fora?

Sem dúvida, a experiência de cursar um MBA em Londres para focar nos estudos de uma área determinada é de total proveito! Afinal, todos sabemos que um diploma no exterior abre portas profissionalmente e, pessoalmente, é engrandecedor.

Mas não se esqueça de pesquisar e colocar todos os prós e contras na balança. É um investimento financeiro e de tempo que precisa ser bem aproveitado!

Você ficou com vontade de visitar Londres? Conheça mais dicas sobre a cidade aqui e faça parte do mundo PERFECTRIP!




voltar
Compartilhe: 


Deixe seu comentário
O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios.





Desenvolvido por 8ponto3 Digital Marketing | (11) 3340.6650 | contato@8ponto3.com.br